domingo, 31 de outubro de 2010

Trick or Treating / Animação "O Segredo de Kells"

Sim, aqui no Brasil não se comemora Dia das Bruxas. Haters gonna hate. Mas É Dia das Bruxas, e como eu prefiro falar sobre Halloween do que falar sobre eleição, o post vai ser sobre Dia das Bruxas e é isso aí.

Fora que Dia das Bruxas sempre é, pra mim, sinônimo de um dos meus maiores guilty pleasures...

Scooby Doo.

Vou dar um minuto pra vocês rirem da minha cara e recuperarem o fôlego.





... pronto?

O fato é que eu adoro Scooby Doo. Adoro mesmo. Não que eu me orgulhe disso. Existem pessoas que fumam socialmente, ou bebem três taças de vinho por dia, ou saem de casa um dia pra estourar a fatura do cartão de crédito. É mais ou menos isso que Scooby Doo representa pra mim.
Tirem as suas próprias conclusões sobre meu nível de maturidade, ok?

Fora que, no meu tempo, no Cartoon Network o mês de Outubro era o Mês do Scooby e não o Mês do Ben 10. Claro que isso me irritava litros na minha fase InuYasha quando eu queria MATAR o cretino que inventou as maratonas de Scooby Doo e que me privava de minha dose diária de InuYasha no Toonami.
Então como foi que eu comecei a gostar de Scooby Doo? Sabe que nem eu sei? Eu lembro que assistia na 4ª série, aquela coisa, mas não era Oh Meu Deus, Que Amor, até que um dia estava passando na TV, quando eu já tava lá pro 1º ano... E acabei gostando. Aí virou isso. Tenho bonequinhos, tenho gibis, tenho DVDs. Preciso repetir que não me orgulho disso? :T

Ultimamente estou acompanhando, em inglês mesmo, a série nova, Scooby Doo - Mystery incorporated.



Acho que é a melhor coisa de Scooby Doo que já foi feita. Falo sério. Mesmo que não curta SD, dê uma chance a essa série nova, porque ela merece. Quando ela chegar aqui, quer dizer (mais uma vez a Wikipedia equivocada. Tsc).


--------------------------------------------

E já que o assunto é animação, hoje assisti no 8º FICI (Festival Internacional de Cinema Infantil) o excelente "O Segredo de Kells"! :D



Filme de animação indicado ao Oscar no ano passado (foi a "zebrinha" concorrendo com nomes de peso, como "Up", "Coraline" e "A Princesa e o Sapo"), aparentemente teve seus direitos de exibição no Brasil adquiridos pela Imagem Filmes - e nunca foi exibido, ou foi divulgada alguma previsão de estréia. Claro. Provavelmente vai sair - se sair - direto em DVD. Mas entrou na programação do FICI e hoje tive oportunidade de ver.


Enquanto isso, as crianças vão assistir um filme porcaria do Garfield, em CGI e em 3D


No começo, foi um pouquinho difícil me acostumar com a falta de profundidade (o filme busca emular a não-utilização de perspectiva das iluminuras medievais), mas depois que você pega o ritmo da história, nem dá pra se importar. O character design dos personagens é tão simpático e é tudo tão adorável, além de obviamente tratar do Livro de Kells, que é uma das coisas mais lindas que eu já vi e que é em grande parte culpado por eu ser tão louca por arte medieval. Acho que, se faltou alguma coisa no filme, foi na parte do roteiro. Fiquei querendo saber mais sobre o tio de Brendan e o que aconteceu com os pais dele; embora o final não tenha sido de todo insatisfatório, também deixou várias pontas soltas e, a partir de um certo ponto-chave do filme, as coisas parecem correr um pouco rápido demais. Mas, de toda sorte, valeu a pena.

Se puderem assistir, assistam. Mesmo que não chegue aqui no Brasil. Com um pouquinho de força de vontade e com a ajuda do Google, dá pra achar na internet.

Fiquem com os trailers pra dar um gostinho:



Marcadores: ,

2 Comentários:

Às 31 de outubro de 2010 17:48 , Anonymous Myriam Cedro disse...

Scooby Doo é ótimo, independente do tempo e do espaço - e até do idioma!!
Vim te visitar!!
Beijo!!

 
Às 1 de novembro de 2010 07:42 , Blogger Camila Locatelli disse...

Eu simplismente amooo Scooby Doo. rs
Ameei seu blog
beijos

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial