domingo, 6 de janeiro de 2008

A Bússola de Ouro / Quadrinhos americanos

Alô alô! Como prometido, venho trazer a resenha do filme A Bússola de Ouro, que eu fui ver ontem no cinema com Tia Amanda. n___n O TEXTO ABAIXO PODE SIM CONTER SPOILERS, PORTANTO PEÇO CUIDADO CASO VOCÊ NÃO TENHA VISTO O FILME E LIDO OS LIVROS.

Nós, como duas fãs inveteradas da obra de Phillip Pulman, nerdamos bastante antes (e depois) de entrar na sala, agarradas com nossos copos holográficos do filme que compramos no Cinemark. XDD

Basicamente... eu gostei do filme, gostei MUITO. Apesar de em alguns pontos a história "correr" demais e pecar pela falta de detalhes, achei a adaptação muito bem feita, contornando alguns possíveis furos de roteiro de forma competente.

Algumas passagens da história foram, na minha opinião, menos sutis do que no livro, outras tantas foram alteradas em relação à trama original, e uma parte cortada em particular me deixou muito desapontada, mas no geral a história não é comprometida e a essência dos dois é a mesma, porém passada de maneira diferente, de forma parecida até mesmo com a dos animes e mangás.

Além disso, fiquei muito feliz de não terem tirado coisas que eu achei que iriam tirar ou simplesmente modificar - como a seqüência de luta entre Iorek e Iofur, onde no final o rei tem sua mandíbula arrancada pelo desafiante. Nesse momento, o cinema todo aplaudiu, foi uma coisa até linda de se ver!

Claro que rola a censura devido ao melindre em relação a temas "cabeludos" abordados pela série, como crítica à Igreja Católica e seus dogmas em diversos momentos, por isso aconselho a quem não se ofende facilmente com essas questões religiosas e quiser ver a trama completa, a comprar o livro A Bússola de Ouro, e se possível também as continuações A Faca Sutil e A Luneta Âmbar, pois a trilogia Fronteiras do Universo é uma verdadeira obra-prima, que nos cativa com uma narrativa altamente envolvente e primorosamente escrita.

FIM DOS SPOILERS.

---------------------------------------

Eu nunca senti nenhum tipo de atração pelos quadrinhos americanos de modo geral, nem da Marvel e nem da DC. Já tinha ouvido falar de quão complicados se tornaram esses universos ao longo dos anos, mas nunca tinha me ligado nisso... Até que hoje eu, sem lembrar se a Mulher Maravilha tinha ou não uma identidade secreta, fui pesquisar na Wikipedia.

Rapaz! Passei a tarde toda lendo e minha cabeça quase deu um nó!

É um negócio de Terra 1, Terra 2, Terra 3, e mais trocentas Terras diferentes, depois uma Crise nas Infinitas Terras, mais minisséries depois dessa tal Crise nas Infinitas Terras, Novos Titãs que viram só Titãs, que se dissolvem e formam outros esquadrões, personagens que mudam de codinome, outros que saem e vão lutar com outros personagens, que substituem personagens causando coisas como Flash 1 e Flash 2, etc. etc. etc... e tinha tanto personagem que nem deu pra eu ler a ficha de cada um.

No final das contas, a Mulher Maravilha tinha uma identidade secreta, mas depois que ela voltou a ser barro (!) e renasceu, a identidade secreta dela foi abolida. Mas quem liga, já que ela agora não é mais Mulher Maravilha, uma vez que ela passou o título para a antiga Menina Maravilha!?

Confuso, né?

Mas o que me irrita mais é o tal de morre-não-morre de personagens. Fui ler o perfil da Ravena, por exemplo, e ela acabou sendo uma das personagens que eu mais gostei, tendo uma personalidade e uma história interessantes (e tinha o cabelo mais 'istáile' qe aquele pigmaleão da Starfire), mas putz! A guria morreu e renasceu nada menos que três vezes! Acho que isso deve meio que encher o saco dos leitores: "BOMBA! Ravena MORRE!" e depois "REVIRAVOLTA! Ravena REVIVE?" deve chocar de primeira, mas depois de pelo menos três vezes devem começar a pensar algo na linha "morre logo, infeliz!".

Sinceramente, acho isso errado. Arrumarem desculpas esfarrapadas só pra não mandar personagem ir descansar na cidade dos pés juntos deixa tudo meio que conveniente. Se morreu, que vá pro além de vez! Os fãs se ressentem mas pelo menos a parada fica mais verossímil.

Agora eu me pergunto... como é que uma pessoa pode COMEÇAR a gostar de revistas da DC se as coisas são tão complicadas pros principiantes!? Elas teriam que começar daqueles números 1 de 1960 e tra-la-lá de todas as revistas pra entender o universo completo? Se virar procurando informações pra se situar? Pedir ajuda de fãs já "iniciados" nesse universo?

Eu hein... é por essas e outras que eu volto pros meus mangás.




P.S: Não consegui terminar o layout, galera, porque eu tive alguns problemas com as tags do Blogger. Se alguém quiser me ajudar, eu aceito! ;D

Marcadores: ,

3 Comentários:

Às 6 de janeiro de 2008 20:26 , Blogger Allie disse...

bem, agora depois da resenha eu posso ir assistir o filme. xD; mas primeiro terminar o livro. eu estou a ler na velocidade da luz... apagada. o_ò; eu estou amando o livro, mas ler com barulho não vai néah? ://

e sobre as tags do blogger.com... aqui ó. espero que seja isso mesmo. o_ò;;

 
Às 7 de janeiro de 2008 09:50 , Blogger Mesu-chan disse...

Siiiiiiimmmmm nyaum vi o filme... nem li o livro OMGFS!!!!! xD~~ Mas queria mto *//////*

Anou... Concordo com você... é td mto confuso... @///////@ ashuahsuahsa
E além de td me dá preguiça... Tipo acho que esses heroizinhos só msm pra se ver no Cartoon qdo nyaum tem mais nada aysahsuahsahsa

Ravena eu só gosto dela nos Teen Titans... LOOOL ahsuahsuahsuahs ela é foda */////*

Eto... a Allie ali deu as tags direitinho /s =3~~ mas qual é exatamente a sua dúvida? =o Pq eu já terminei o meu sabe... é o típico... "olha de um pronto e faz" xD~~~~~~~~~~ kkkkkkk tags d inferno @/////@

Kissus!!!! =****

 
Às 8 de janeiro de 2008 10:44 , Blogger Mesu-chan disse...

Well... acho q terminei xD~~

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial