quarta-feira, 19 de março de 2008

Crenças, descrenças

Já dizia o ditado, existem três assuntos que não se discute: política, futebol e religião.

Mas se é pra falar, lá vai: eu acredito em Deus, sim. Acredito que Deus nos ajuda, nos apóia, e intercede em nossas vidas. Só que, no momento (tudo na vida muda, vai saber), eu não me sinto inclinada a confiar em nenhuma das instituições religiosas que andam por aí dizendo "representar Deus".

É difícil definir o que é e o que não é Deus. Afinal, quem somos nós pra dizer o que "se passa" na mente de Deus? Deus é uma entidade por demais evoluída. Ao meu ver, para fazer uma daquelas minhas analogias malucas, nós seríamos como bebês perto de um físico quântico. E, do alto de nossa arrogância, achamos que podemos sair por aí falando que "Deus isso", "Deus aquilo", "Deus manda", "Deus castiga"? Pra mim, é ilógico concebê-Lo castigando as pessoas por bobagens, Se metendo em picuinhas tão baixas. Mas é certo que Ele nos ama, afinal, somos criação Sua. Todo artista ama sua obra, desde a obra-prima até o rascunho.

Não tenho a intenção de ofender a religião de ninguém, ou mesmo a falta dela. Mas prefiro seguir confiando e acreditando Nele, e dando aos outros o direito de fazer a mesma coisa, cada um do seu jeito.

Marcadores:

3 Comentários:

Às 20 de março de 2008 08:05 , Blogger JAMAICA man ! disse...

Olha gabi, eu também acho que seguir acreditando NELE, é a melor solução. A fé é capaz de coisas que ninguem sabe explicar. ACREDITAR é muito mais importante que definir ou criticar.

A nossa fé é o que nos move.

Beijos

 
Às 20 de março de 2008 08:06 , Blogger JAMAICA man ! disse...

meu blog é: theplanbackfire.weblogger.com.br

e nãão esse que ta ai !

 
Às 19 de abril de 2008 11:16 , Blogger Silier Borges disse...

É necessário que as pessoas creiam numa entidade superiora capaz de catigá-la, quando não são morais. Apesar de muitos religiosos não serem exatamente modelos a serem seguidos, acredito que a sociedade entraria em colapso se predominasse a amoralidade.

Já eu sou ateu. Pra mim, deus é inconcebível, assim como seu livro de contradições.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial