terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Teclando ou não

Num mundo em que tudo se resolve por computador, não faz nem sentido falar que não acredita em amizade virtual. Quem diz pode até ter seus motivos. Que esse tipo de amizade é impessoal, que você nunca sabe se a pessoa está te falando a verdade ou não. Mas não é sempre assim? Não estamos sempre tentando entender o que se passa na cabeça dos outros, mesmo dos nossos amigos mais chegados? A amizade virtual também tem suas vantagens! Nela não existe a barreira da aparência na hora de conversar (por mais que a gente não tenha preconceito, sempre acaba rolando pré-julgamento). Você realmente se identifica com o que a pessoa pensa, não com o que ela é por fora. E vai construindo o relacionamento pouco a pouco, como na vida real. Tem até quem se abra mais falando pelo computador, fora poder conversar com gente de todos os lugares. Claro que nada substitui o contato, sair junto, ir ao cinema... Mas o que realmente conta na amizade são as idéias e o afeto, e isso distância alguma consegue mudar.



PS: Quem gosta de amizade por correspondência, leia o livro "Ana e Pedro: cartas". Procure numa biblioteca ou num sebo, vale a pena.

Marcadores:

1 Comentários:

Às 21 de fevereiro de 2008 16:32 , Blogger cindy disse...

você falou uma coisa que eu não li até agora (e que esqueci de comentar oO): que na amizade virtual, as coisas começam sem o julgamento de aparência e sim pelo o que a pessoa é por dentro, e mesmo que falte sinceridade, se a amizade continuar dá, com o tempo, para descobrir o que realmente se passa na cabeça do ser humano que tecla do outro lado. :D
enfim, amei o post *-*
e eu acho seu lay o mais divertido (y)
:*

[http://galwaygirl.zip.net]

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial